Tesla sob ataque: tecnologia UWB não tão segura quanto se pensava

Lê o resumo

Lê o artigo completo

A Tesla, empresa conhecida por seus carros elétricos inovadores, está novamente sob os holofotes, mas desta vez não por um novo lançamento.

Pesquisadores da GoGoByte revelaram uma vulnerabilidade preocupante na tecnologia UWB (Ultra-Wideband) presente nos carros da marca, que supostamente aumentaria a segurança contra roubos.

Tesla Yoke

UWB: a promessa de segurança que não se cumpriu

A tecnologia UWB foi introduzida pela Tesla com a promessa de dificultar a vida dos ladrões, tornando os carros mais resistentes a ataques de repetidores.

Esses ataques, que se tornaram comuns nos últimos anos, permitem que criminosos enganem o sistema de chave presencial do carro, fazendo-o acreditar que a chave está próxima, mesmo quando ela está segura dentro de casa.

No entanto, os pesquisadores da GoGoByte demonstraram que a tecnologia UWB da Tesla não é tão segura quanto se imaginava. Eles conseguiram abrir um Tesla Model 3 da última geração usando um ataque de repetidor, expondo a vulnerabilidade do sistema.

Uma falha que pode custar caro

A falha na segurança da tecnologia UWB é um problema sério para os proprietários de Tesla. Afinal, ninguém quer ter o seu carro roubado por causa de uma vulnerabilidade que deveria protegê-lo.

A situação se torna ainda mais preocupante quando lembramos que a Tesla não deu garantias de que o sistema UWB seria à prova de falhas, usando-o principalmente para recursos de conveniência, como a abertura automática da mala.

Image 13

Uma luz no fim do túnel: a atualização de software

A boa notícia é que a Tesla pode corrigir essa vulnerabilidade por meio de uma atualização de software.

Se não houver nenhuma falha de hardware, a empresa pode implementar controles mais rigorosos no sistema UWB, dificultando a vida dos ladrões.

Protege o teu Tesla: ativa o bloqueio por PIN

Enquanto a Tesla não lança uma atualização para corrigir a vulnerabilidade, os proprietários podem se proteger ativando o sistema de bloqueio do carro por código PIN.

Dessa forma, mesmo que os ladrões consigam abrir as portas, não poderão ligar o carro sem saber o código.

Pontos principais:

  • A tecnologia UWB da Tesla, projetada para melhorar a segurança, ainda é vulnerável a ataques de repetidores.
  • Esses ataques permitem que ladrões abram e potencialmente roubem carros Tesla, mesmo com a chave dentro de casa.
  • A Tesla não garantiu que o sistema UWB fosse à prova de falhas, usando-o principalmente para recursos de conveniência.
  • A empresa pode corrigir essa vulnerabilidade com atualizações de software.
  • Recomenda-se que os proprietários de Tesla ativem a proteção por PIN para evitar que ladrões liguem o carro, mesmo que consigam abri-lo.