YouTube testa IA para “pular” partes chatas de vídeos: Será o futuro da plataforma?

Lê o resumo

Lê o artigo completo

O YouTube, a plataforma de vídeos mais popular do mundo, está sempre a testar novas funcionalidades para melhorar a experiência dos seus utilizadores.

A mais recente? Uma funcionalidade baseada em IA que permite “pular” automaticamente as partes menos importantes de um vídeo.

A funcionalidade, que ainda está em fase de testes, combina dados do utilizador, como o seu histórico de visualizações e interações com vídeos, com dados do próprio vídeo, como o ritmo da fala, a quantidade de movimento na imagem e os comentários dos utilizadores.

Youtube Ai 2

Com base nesses dados, a IA identifica as partes do vídeo que considera menos relevantes e permite que o utilizador as “pule” com um simples toque.

Funcionalidade disponível para alguns, mas com futuro incerto

A funcionalidade está atualmente disponível apenas para alguns subscritores do YouTube Premium nos Estados Unidos.

Ainda não há data prevista para o seu lançamento global, nem se será disponibilizada para todos os utilizadores, independentemente da sua subscrição.

Impacto nos criadores de conteúdo

A implementação desta funcionalidade levanta algumas questões sobre a sua rentabilidade para os criadores de conteúdo.

Muitos criadores inserem anúncios nos seus vídeos, e a funcionalidade de “pular” partes do vídeo poderá levar a que os utilizadores também “pulem” esses anúncios.

Opiniões divididas

A nova funcionalidade do YouTube tem gerado opiniões divididas. Alguns utilizadores consideram-na uma excelente opção para otimizar o tempo de visualização e evitar partes desinteressantes dos vídeos.

Outros, porém, defendem que a experiência de visualização deve ser controlada pelo utilizador e que a IA pode acabar por “cortar” partes importantes dos vídeos.

O futuro da visualização de vídeos?

Ainda é cedo para dizer se a funcionalidade de “pular” partes de vídeos se tornará o futuro da plataforma.

No entanto, é inegável que a IA está a ter um impacto cada vez maior no YouTube e que esta é apenas uma das muitas inovações que podemos esperar ver nos próximos anos.

Pontos principais:

  • A funcionalidade está disponível para alguns subscritores do YouTube Premium nos EUA.
  • A data de lançamento global ainda não foi anunciada.
  • A funcionalidade será provavelmente um exclusivo do YouTube Premium.
  • Levanta questões sobre a rentabilidade para os criadores de conteúdo.

Resumo:

O YouTube está a testar uma nova funcionalidade baseada em IA que permite "pular" automaticamente as partes menos importantes de um vídeo. A funcionalidade combina dados do utilizador e do vídeo para criar uma experiência de visualização personalizada.