TikTok vai permitir-te usar a tua própria voz (criada por IA) nos teus vídeos

Lê o resumo

Lê o artigo completo

O TikTok está a preparar o lançamento de uma nova funcionalidade que te permitirá usar uma versão sintética da tua própria voz nos teus vídeos.

Esta novidade está atualmente em desenvolvimento e integrará uma inteligência artificial para criar um clone da tua voz.

Tiktok Ai

Como vai funcionar

Para criares um clone de IA da tua voz, será necessário leres um texto apresentado no ecrã. As palavras lidas por ti serão então processadas pela IA do TikTok de forma a recriar digitalmente a tua voz.

O áudio captado será armazenado na Biblioteca de Voz do TikTok. Quando quiseres utilizar a tua voz num vídeo, basta selecioná-la nesta biblioteca.

A criação da tua voz sintetizada será opcional. Se, por algum motivo, não te sentires confortável a usar esta funcionalidade, ou se quiseres deixar de utilizá-la, a qualquer momento podes remover a tua voz da biblioteca.

As zonas cinzentas da tecnologia

Esta nova funcionalidade do TikTok abre a porta a várias utilizações criativas. Mas levanta também preocupações quanto ao seu potencial uso abusivo.

Ao possibilitar a criação de vozes sintéticas, torna-se mais fácil a produção de deepfakes e disseminação de informação falsa. Ainda não existem detalhes sobre como é que o TikTok planeia gerir estas questões.

É esperado que o TikTok venha a revelar mais detalhes à medida que a funcionalidade se aproxima do lançamento.

Pontos principais:

  • O TikTok irá usar IA para criar clones de voz dos utilizadores.
  • A funcionalidade permitirá que os utilizadores usem a sua própria voz sintetizada nos seus vídeos TikTok.
  • A gravação da voz será opcional.
  • Os utilizadores poderão remover as suas vozes da Biblioteca de Voz do TikTok a qualquer momento.
  • Ainda não se sabe como o TikTok pretende combater o potencial uso abusivo desta funcionalidade com recurso à IA.
Vitor Urbano
Amante de tecnologia, desporto, música e muito mais coisas que não cabem em 24 horas. Fundador do AndroidBlog em 2011 e autor no Techenet desde 2012.