YouTube Acaba com “Golpe” das VPNs e Cancela Assinaturas Premium

Lê o resumo

Lê o artigo completo

Lembras-te daquela “dica” de usar VPN para pagar menos pelo YouTube Premium? Pois é, a festa acabou!

O YouTube começou a cancelar assinaturas Premium obtidas através desta prática, deixando muitos utilizadores a ver os seus vídeos com anúncios novamente.

O Fim da Era das VPNs?

Eu, como muitos de vocês, já utilizei VPNs para aceder a conteúdos restritos ou até mesmo para garantir mais privacidade online. Mas será que esta prática ainda vale a pena quando se trata do YouTube Premium?

A plataforma de vídeos mais popular do mundo decidiu pôr fim à “farra” das VPNs, alegando que a variação de preços entre países justifica a medida. Afinal, quem nunca aproveitou uma promoção numa loja online estrangeira?

E Agora, o Que Fazer?

Se és um dos utilizadores afetados, não te desesperes! O YouTube está a notificar os utilizadores por e-mail, dando-lhes a oportunidade de atualizar a sua forma de pagamento antes do cancelamento da assinatura.

Mas será que vale a pena continuar com o YouTube Premium? A resposta depende do teu uso da plataforma.

Se és um utilizador ávido, que assiste a vídeos todos os dias e não suporta anúncios, talvez seja melhor ponderar as opções.

Alternativas ao YouTube Premium

Felizmente, existem alternativas ao YouTube Premium, como o SponsorBlock, uma extensão para navegadores que bloqueia automaticamente anúncios e patrocinadores em vídeos do YouTube.

Outra opção é o NewPipe, um cliente de código aberto para Android que permite ver vídeos do YouTube sem anúncios e até mesmo descarregá-los para ver offline.

O Futuro do YouTube Premium

Resta saber se esta medida do YouTube terá um impacto significativo no número de assinantes Premium. Afinal, a plataforma oferece vantagens como a reprodução em segundo plano, vídeos offline e acesso ao YouTube Music Premium.

Será que o YouTube vai repensar a sua estratégia de preços para evitar que os utilizadores recorram a VPNs? Ou será que esta é apenas mais uma batalha na guerra contra a pirataria? Só o tempo dirá.

Pontos Principais:

  • YouTube cancela assinaturas Premium obtidas através de VPN.
  • A plataforma justifica a ação pela variação de preços entre países.
  • Utilizadores afetados estão a ser notificados por e-mail.
  • A medida ainda não é global.
Vitor Urbano
Amante de tecnologia, desporto, música e muito mais coisas que não cabem em 24 horas. Fundador do AndroidBlog em 2011 e autor no Techenet desde 2012.